PROJETO ITINERANTE INCENTIVA AS BOAS PRÁTICAS NA PISCICULTURA PARA PRODUTORES DE BRASIL NOVO

0

A Prefeitura de Brasil Novo, através da Sala do Empreendedor (SEMUTS) em parceria com Secretaria Municipal de Agricultura e Mineração (SEMAM), tem investido e incentivado os diversos ramos produtivos do município. Na quinta-feira (04/07), em atividade conjunta com o SEBRAE  realizaram o Projeto Itinerante Urbano Rural, com os produtores de Brasil Novo.

A atividade que durou o dia todo, contou com a participação de 51 pessoas entre piscicultores e alunos da Casa Familiar Rural de Brasil Novo. Na abertura o vice-prefeito Junior Lorenzoni, falou da importância que a piscicultura tem para o município e após ocorreram várias palestras. A primeira foi sobre Linhas de Crédito Rural com Gerente Regional de Desenvolvimento do Sicredi, Irineu Grigoletto.

Posteriormente a consultora Sonia Abreu, da empresa Agrorural, falou sobre “Licenciamento Ambiental para a Piscicultura”.

O engenheiro Bruno Biecelli, da estação de reprodução Nova Vida, de Altamira, que falou sobre a importância da “Qualidade da Água para a Criação de Peixes”, os principais motivos e os contaminantes que podem prejudicar o PH da água e causar a morte dos alevinos.

A tarde ocorreram atividades teóricas e práticas com o Técnico em Piscicultura, Marco Aurélio, Analista do Sebrae que abordou “Manejo, Biometria na prática e gestão financeira na piscicultura”, e explicou como administrar a quantidade de ração para os peixes, a partir da medição do peixe (biometria). “Com uma análise do tamanho é possível dosar a quantidade adequada para acelerar o crescimento, caso for necessário”, explicou o técnico.

Esta parte da atividade foi realizada diretamente no tanque da propriedade, onde foram coletados alguns peixes para mostrar alguns aspectos que devem ser observados, com a importante colaboração dos alunos da CFR que entraram no tanque.

Na avaliação da Secretária de Agricultura, Fernanda Nubia, a atividade foi excelente pois abordou temas importantes para os piscicultores da região e para alavancar a produção. “Muitos problemas que os piscicultores enfrentam, dependem destas informações técnicas, como a questão da qualidade da água e saber medir a quantidade de ração necessária para o crescimento do peixe”, relatou.

A programação ocorreu, na agrovila da Vicinal 16, na propriedade do Secretário do Meio Ambiente, Tarcísio Venturin, com o objetivo de capacitar os produtores para desenvolverem a piscicultura na região, conforme explicou a analista de negócios do SEBRAE, Priscila Tallita.

O Projeto Itinerante Urbano e Rural faz parte da missão do SEBRAE de promover o desenvolvimento dos pequenos negócios, levar informação e capacitação para os produtores rurais e estimular o desenvolvimento da região, com ações como estas que são promovidas pela Rede de Parceiros (Prefeitura, SEBRAE,  empresas e instituições públicas) com o objetivo de gerar conhecimento para a produtividade e gerar negócios.

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade