PREFEITURA PROMOVE PALESTRA PARA FALAR DA DENGUE

0

A Secretaria de Saúde promoveu nesta terça-feira, 19, no auditório da Prefeitura, uma palestra para tratar sobre a Dengue.

O vice-prefeito, Junior Lorenzoni, fez a abertura do evento e alertou sobre a responsabilidade da sociedade. “Cada cidadão tem o seu papel e precisa contribuir na prevenção, combatendo o mosquito”, esclareceu ele.

José Guilherme Souza da Silva, do 10° Centro Regional de Saúde, CRS, da Secretaria Estadual de Saúde, SESPA, palestrante convidado falou sobre as potencialidades do mosquito transmissor, dos sintomas e dos meios de prevenção. De acordo com ele, o mosquito Aedes aegypti pode transmitir, além da Dengue; a Febre Amarela, Zika e a Chikungunya. A Dengue é causada por um vírus que é transmitido pela fêmea do Aedes.

Ainda segundo José Guilherme, os ovos do mosquito podem sobreviver por um período de até 450 dias, em locais secos. A fêmea pode botar 100 ovos de uma única vez, e caso ela esteja com o vírus, todas suas larvas já podem nascer contaminadas.

Os principais sintomas da Dengue são; febre, dores no corpo, dor de cabeça, dor nos olhos, enjoos e vômitos. Ao sentir febre, combinada com mais outros dois desses sintomas é preciso procurar ajuda médica.

O palestrante também lembrou da importância da prevenção. Não deixar água acumulada, manter a caixa de água sempre fechada, os cuidados com os pratinhos de plantas, que devem ser lavados ou cobertos com areia. Além disso, sempre colocar o lixo em sacos plásticos e deixar as lixeiras bem fechadas, para evitar a reprodução do mosquito.

Em 2019, o Município de Brasil Novo teve 72 casos suspeitos de Dengue notificados, informou a coordenadora de Vigilância e Epidemiologia, da Secretaria Municipal de Saúde, Mislene Silva Santos.

Participaram também da palestra, a Coordenadora da Secretaria de Saúde, Rosa Baldo, a enfermeira Sônia Rodrigues, da SESPA, e profissionais de Saúde do Município.

GOVERNO POPULAR

Juntos Somos Mais Fortes

ASCOM/PMBN Por Tadeu Covre Fotos: Cleyton Macário

 

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade