Prefeito Alexandre Lunelli Realiza Audiência Pública Com Moradores da Cidade Alta

0

O Prefeito Alexandre Lunelli realizou uma audiência pública com a comunidade do bairro Cidade Alta, na noite de segunda-feira (22/07), para esclarecer como será o asfaltamento das ruas do bairro e outros assuntos de interesse do Município e dos moradores como as questões da água, do lixo e da iluminação pública.

O encontro ocorreu no salão da Paroquia Corpo e Sangue de Cristo, comunidade São Francisco das Chagas, na Cidade Alta e reuniu cerca de 70 moradores. O prefeito iniciou falando da sua felicidade em poder anunciar para a comunidade o cumprimento de uma de suas promessas de campanha, que era de pavimentar o acesso da comunidade ao centro. “Vou terminar o mandato feliz, porque quando começamos o mandato a cidade tinha 6,8 Km de ruas pavimentadas e no final da nossa gestão teremos pavimentado 23 km, do total de 32 Km de vias urbanas”, esclareceu Alexandre.

No bairro Cidade Alta esta previsto 2 mil metros de asfalto. Além da avenida Castelo Branco, até o Colégio Léo Schneider, serão pavimentadas as ruas Santa Isabel, entre a Castelo Branco e a rua Padre Léo Schneider e a rua Leo Schneider entre a Castelo Branco e a Travessa 10. “Mas não é só o asfalto, vai ter a drenagem da água, meio fio e 1,5 m de calçada”, acrescentou o Prefeito.

O Prefeito pediu a compreensão da comunidade, porque a obra irá causar muitos transtornos como: poeira, valas que serão cavadas para colocar os canos, a interrupção da água e das entradas das garagens.  barulho e movimentação de máquinas, homens e caminhões.

A Comunidade ficou muito contente com o anúncio das obras.  O prefeito aproveitou a ocasião para conversar sobre a questão da água, das despesas e investimentos que o município tem feito no setor e nas dificuldades de manter o sistema funcionando. “Brasil Novo é o único município aqui da Região que tem sistema de abastecimento tanto na área urbana, quanto na área rural. Mas isto tem um custo, muito elevado para a Prefeitura manter por isto é importante que a comunidade não desperdice e também pague em dia. Porque água é finita se nós não cuidar ele pode acabar”, alertou.

O vereador Gato estava presente e perguntou sobre a possibilidade de colocar iluminação no trecho da av. Castelo Branco que é muito escuro. O prefeito esclareceu que naquele trecho não tem rede de baixa tensão, pois não há moradias e a CELPA informou que não é possível instalar iluminação na rede de alta tensão, mas sugeriu que  fosse feito um requerimento conjunto com a Câmara de Vereadores para solicitar à Celpa para instalar uma rede de baixa tensão naquele percurso.

O projeto aprovado pelo Governo do Estado através do financiamento 100 mil dólares ou R$ 448 milhões, através do Banco CAF, que irá proporcionar o asfaltamento de 15km, contempla a construção de um galpão de reciclagem e o maquinário necessário para funcionamento do aterro sanitário de Brasil Novo. Com o funcionamento do aterro o lixão será desativado e a população deverá separa o lixo em orgânico e inorgânico. O Prefeito aproveitou para reforçar a importância da colaboração da população. “A separação do lixo é necessário para que o aterro não se transforme em um lixão. Não queremos mudar o lixão de um lugar para outro”, reforçou.

Após uma hora e meia de reunião a comunidade pode conferir as ruas que seriam asfaltadas e esclareceram sua dúvidas com o Prefeito.  Participaram da Audiência Pública o Chefe de Gabinete, Jancley Pereira, os Secretários de Finanças, Giovane Lunelli, do Meio Ambiente, Tarcísio Venturin, do Esporte, Cultura e Turismo, Marquinhos Goleiro, a conselheira tutelar, Jociane Sangiorgi.

As audiência Públicas continuam durante toda semana. Na terça-feira (23/7) a será com os moradores do Centro, da avenida Perimetral Oeste, suas travessas e a rua 25 de novembro.
A Audiência Pública será no Centro de Convivência do Idoso (CCI), na rua Presidente Médici esquina com Rui Barbosa, às 19h30.
Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade