Jornada municipal atende crianças, adolescentes e familiares do Projeto Ouro do Brasil

0

O Projeto Ouro do Brasil realizou uma Jornada Municipal de atendimentos em saúde, educação, assistência social, esporte e lazer, na sexta-feira (8/03), na escola Terezinha Back. Através do Projeto foram identificados 250 crianças e adolescentes, na idade entre 7 e 17 anos, que se encontram em situação de ociosidade e vulnerabilidade social, selecionados nas Escolas Municipais Brasil Novo, Paraíso, Léo Schneider e Terezinha Back.

Os alunos participam das atividades extra-curriculares como balé, música, futebol e vôlei e junto com seus familiares são acompanhados pelas políticas públicas de assistência social e saúde. O Projeto Ouro do Brasil é uma iniciativa ousada da Prefeitura de Brasil Novo, que foi aprovada no Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu (PDRSX) para atender estas crianças e adolescentes.

O objetivo da Jornada Municipal foi  integrar e ofertar todas as políticas públicas e os serviços em um único dia e local. “Este projeto funciona bem por que envolve todas as parcerias: saúde, ação social, esporte, cultura e diretamente os nossos alunos e hoje todos estes serviços também estão sendo oferecidos as famílias”, explicou a Secretária Municipal de Educação, Marinete Mardegan.

Durante a jornada os familiares  das crianças e adolescentes também tiveram acesso aos vários serviços disponíveis no município.

Na área da Saúde os Agentes Comunitários realizaram aqueles serviços que normalmente fazem durante as visitas nas residências, como medir e pesar crianças e verificar a pressão arterial dos adultos. Conforme a triagem feita pelos ACS o público foi orientado para outros atendimentos nas salas de aula, que foram todas ocupadas para os realizar os diversos serviços de saúde e assistência social.

As crianças e os adultos com sobrepeso ou obesas foram encaminhados para a orientação nutricional para receberem algumas orientações sobre alimentação saudável.

A ação contou com a cobertura vacinal, para as mães e filhos e a realização de testes rápidos para detectar e prevenir doenças como sifilis, Hepatites, Malária, Dengue e Xycungunya.

Durante a jornada foram realizadas consultas médicas com clínicos gerais e atendimento psicológicos com as crianças e famíliares.

As crianças, adolescentes e seus familiares também tiveram a oportunidade de fazer uma avaliação bucal pelos técnicos, que avaliavam a situação, orientavam como evitar cáries e conforme e já encaminhavam para os tratamentos necessários junto aos dentistas.

Enquanto os familiares acessavam os serviços de saúde e assistência social as crianças e adolescentes participaram das atividades esportivas: jogos de vólei, futsal, tênis de mesa e dama.

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade